Crítica | Heartstopper: um romance saudável

HeartstopperBL Serie Netflix LGBTQIA+

Hoje, dia 22/04 estreou na Netflix a série Heartstopper baseada na web comic de Alice Oseman. A obra é publicada de forma gratuita no Webtoon e no Tapas em inglês, no Brasil a versão física foi lançada pela editora Seguinte. Terminei de assistir Heatstopper e não consigo tirar o sorriso bobo do rosto!

Resumo

Charlie Spring e Nick Nelson não têm quase nada em comum. Charlie é um aluno dedicado e bastante inseguro por conta do bullying que sofre no colégio desde que foi forçado a se assumiu gay. Já Nick é super popular, especialmente querido por ser um ótimo jogador de rúgbi. Quando os dois passam a sentar um ao lado do outro toda manhã, uma amizade intensa se desenvolve, e eles ficam cada vez mais próximos.

Charlie logo começa a se sentir diferente a respeito do novo amigo, apesar de saber que se apaixonar por um garoto hétero só vai gerar frustrações. Mas o próprio Nick está em dúvida sobre o que sente ― e talvez os garotos estejam prestes a descobrir que, quando menos se espera, o amor pode funcionar das formas mais incríveis e surpreendentes.

Heartstopper e a Representatividade

Heartstopper é um romance muito fofo que deixa o coração quentinho, apesar de abordar alguns temas pesados como bullying e homofobia tudo é feito de uma forma muito leve e didática.

O casal principal composto por Charlie, um menino gay que foi forçado a se assumir pra toda escola e Nick um garoto com cara de hétero top que se descobre bissexual perceber que o que ele sente pelo amigo é mais do que amizade, a série aborda essa confusão que ele sente de uma forma muito real.

Temos também Tara e Darcy, um casal de garotas lésbicas composto por uma garota preta e uma branca, que frequentam uma escola só para meninas e Elle, uma garota preta trans que saiu de um ambiente onde as pessoas não respeitavam seu gênero pra um ambiente onde ela podia ser ela mesma.

E finalmente Tao, um garoto hétero que é o melhor amigo de Charlie, um menino gay e gosta de Elle, uma menina trans. São tantas formas de representatividade, tantos problemas a serem enfrentados e discutidos com um desenvolvimento tão leve e gostoso que arranca vários sorrisos bobos.

Sobre a série

O roteiro de Heartstopper está muito bom seguindo a webcomic e adicionando alguns pontos para que possamos entender e apreciar melhor a história. O elenco está incrível, os personagens caíram como uma luva e estou completamente apaixonada por cada um deles, especialmente a Tori. Amei a trilha sonora que inicia e fecha todos os momentos com chave de ouro.

Assistindo Heartstopper eu senti borboletas no estômago e o coração errando a batida em algumas cenas e foi a mesma coisa quando li a webcomic.

Conclusão

A Netflix acertou e muito em apostar em Heartstopper uma série que conversa com adolescentes e adultos sobre temáticas importantes e mostra um romance lindo!

Alô dona Netflix já quero a segunda temporada de Heartstopper viu?

Você já assistiu ou leu a obra o que achou dela?

Crítica | Heartstopper: um romance saudável

Título Original: Heartstopper

Sinopse: Charlie Spring e Nick Nelson não têm quase nada em comum. Charlie é um aluno dedicado e bastante inseguro por conta do bullying que sofre no colégio desde que foi forçado a se assumiu gay. Já Nick é super popular, especialmente querido por ser um ótimo jogador de rúgbi .Quando os dois passam a sentar um ao lado do outro toda manhã, uma amizade intensa se desenvolve, e eles ficam cada vez mais próximos. Charlie logo começa a se sentir diferente a respeito do novo amigo, apesar de saber que se apaixonar por um garoto hétero só vai gerar frustrações. Mas o próprio Nick está em dúvida sobre o que sente ― e talvez os garotos estejam prestes a descobrir que, quando menos se espera, o amor pode funcionar das formas mais incríveis e surpreendentes.

Data de Lançamento: 22/04/2022

País: Inglaterra

Duração: 8 epsódios de 30 minutos

Estúdio: Netflix

Diretor(s): Euros Lyn

Elenco: Kit Connor; Joe Locke, William Geo, Yasmin Finney, Cirunna Brown, Kizzy Edgell

Gênero: Teen, Drama, BL

  • Roteiro
    (5)
  • Enredo
    (5)
  • Trilha Sonora
    (5)
  • Elenco
    (5)
  • Desenvolvimento
    (5)
5

Sumário

Assistindo Heartstopper eu senti borboletas no estômago e o coração errando a batida em algumas cenas e foi a mesma coisa quando li a webcomic.

O roteiro está muito bom seguindo a webcomic e adicionando alguns pontos para que possamos entender e apreciar melhor a história. O elenco está incrível, os personagens caíram como uma luva e estou completamente apaixonada por cada um deles, especialmente a Tori. Amei a trilha sonora que inicia e fecha todos os momentos com chave de ouro.

Pros

  • Romance Saudável
  • Discussões pertinentes
  • Representação de Personagens LGBTQIA+

Cons

  • Único defeito é que acaba =(

Artigos Relacionados

Comentários