Crítica | Yuri!!! On Ice: Não preciso mais viver um romance

As Olimpíadas em Tokyo no Japão estão aí e aproveitei para falar de um anime de esporte espetacular chamado Yuri!!! On Ice, que tem como tema a patinação no gelo. O anime foi lançado em 2016 pelo estúdio Mappa, apesar disso  ainda é um grande sucesso entre os fãs de anime de esportes e BL (Boy’s Love). De bônus, inspira imensamente a viver amores maravilhosos.

Possui apenas 12 episódios e aquele ditado “nos menores frascos estão os melhores perfumes” se aplica perfeitamente neste caso. Infelizmente, não possui mangá por se trata de uma obra criada apenas para animação. Essa verdadeira obra de arte está disponível no catálogo da Crunchyroll no Brasil.

Resumo

Yuri!!! On Ice conta a história de Yuuri Katsuki, patinador de gelo que teve um péssimo desempenho no último ano. Frustrado, não confiando em si mesmo, Yuuri volta para casa dos seus pais deprimido e fora de forma decidido a deixar de lado seu sonho.

Porém, ao chegar em casa, a primeira coisa que decide fazer para tirar aquele peso dos ombros é o que mais ama: patinarEle vai para o ringue onde se apaixonou pela patinação no gelo e executa um programa de Victor, seu grande ídolo e um dos maiores patinadores nos últimos anos. Enquanto isso sua amiga de infância também apaixonada pelo esporte assiste juntamente com suas filhas que filmam a performance e posteriormente postam em segredo.

Ao se reconectar com sua inspiração e paixão pela patinação, Yuuri com amor, confiança e tranquilidade executa o programa inteiro com perfeição, coisa que não conseguia nas competições por conta do nervosismo. No dia seguinte, Yuuri acorda com milhares de mensagens, sua performance  viralizou!

Na sequência, Victor Nikiforov, pentacampeão mundial de patinação no gelo, aparece em pessoa nas termas de sua família disposto a ser seu técnico.

Gênero

Poderia ser só mais um anime de esportes, mas não é. 

Primeiramente, porque o anime aborda vários aspectos técnicos do esporte, incluindo regras e estilos aplicados em competições de nível mundial, o que torna realmente interessante e fácil de entender. Na realidade, o gênero dele é esportes e comédia, mas existe uma grande relação de amor e admiração em tudo isso, tanto entre personagens como com a patinação. Mais um ponto que precisa ser destacado é que Yuri!!! On Ice não é um BL (boy’s love)

Apesar de existir um lindo e maravilhoso romance entre dois homens construído de uma forma belíssima e encantadora, a história de amor é apenas um elemento que compõe o enredo e se destaca em alguns momentos, mas o foco sempre é a patinação e o amor pelo esporte.

Outra coisa legal é que não se trata da vida escolar como muitos animes e mangás de esportes, então ele escapa um pouco desse território adolescente e explora uma maior variedade de perspectivas e interações.

Variedade de Personagens

Embora grande parte do elenco seja de patinadores tecnicamente com o mesmo objetivo, cada um possui níveis de desafios e dificuldades diferentes.

Existe uma riqueza de detalhes que é mostrada a partir dessas carreiras de competições mundiais com foco de treino, determinação e aprimoramento.

O ponto chave são os momentos de carreira/idade de cada um. A série conta com três protagonistas entrelaçados e um elenco de apoio que merece uma segunda temporada de desenvolvimento.

Yuuri Katsuki


Imagem/Divulgação

O protagonista central, apresenta uma série de conflitos derivados da falta de autoconfiança e frustração na sua carreira.  A transformação que passa a partir da realização do sonho de treinar com o grande ídolo é a grande jornada reveladora para ele.

O personagem segue um sonho há muitos anos, desde criança, e com 23 anos se sente fracassado dentro da própria categoria numa carreira que parece ter anos bem contados. Yuuri apresenta uma ansiedade que acompanha a nossa geração de que num determinado momento já deveríamos ter acontecido, de que essa, se conseguir se classificar, será a última competição dele e que irá se aposentar.

Ele só tem 23 anos, sabe? Yuuri tem apoio do técnico, da família, de amigos, é uma inspiração para muitos patinadores jovens no Japão, realiza tudo nos treinos, mas chega na competição e não consegue executar.  Falta alguma coisa. Yuuri encontra no caminho ao lado do seu ídolo o patinador que sempre quis ser, mas nunca foi por falta de confiança.

A luta dele é consigo mesmo. Yuuri e Victor se complementam perfeitamente. Ambos perderam a motivação: um pelo sucesso e outro pelo fracasso.

(Estamos falando da riqueza de personagens que possuem carreiras de competições mundiais com foco de treino, determinação, aprimoramento e representando seus países e como cada um possui um nível de desafio e dificuldades diferentes.)

Victor Nikiforov


Imagem/Divulgação

O outro protagonista,  é o personagem mais velho com 28 anos. Pentacampeão mundial, está em um momento bem estável da carreira e já conquistou tudo que tinha que conquistar, ao menos na visão dele.

Yuri Plisetsky (apelidado de Yurio)


Imagem/Divulgação

O mais jovem, fechando a tríade de protagonistas, tem 15 anos. No próximo grand prix é a sua estreia na categoria sênior e quer levar o ouro de primeira – para ele ainda existem muitas coisas a serem realizadas.

No caso de Victor e Yurio, ambos estão na mesma categoria, representam o mesmo país (a Rússia) e estão em momentos bem diferentes com energias opostas complementares que fazem com que se desenvolvam mais como atletas.

Embora de maneira muito competitiva, rebelde e até agressiva, Yurio admira e reconhece o talento de Victor. Já Victor percebe que existe um competidor a altura finalmente, mas será que vale a pena mais um ano?

Todos os personagens se interligam como competidores e complementam perfeitamente suas transformações. O roteiro não dá ponto sem nó mesmo.

Sem spoilers – teve situações que não entendia como estava fluindo tão bem, mas tempo depois a narrativa me deu nos dedos mostrando uma técnica difícil e encantadora! Esconder informações do protagonista e de quem assiste gerando uma grande surpresa deliciosa.

Essa é a palavra desse anime, sabe? Delicioso. Ele te ensina com leveza sobre um universo cheio de regras e notas super competitivo e ainda te dá mais: um BL de respeito.

Enredo e Romance

Da paixão pela patinação no gelo, da união como técnico e patinador, sonhar e treinar a performance juntos reacende o fogo criativo em Victor e Yuri.

Dentro disso, não precisar viver um amor por já ter assistido Yuri!!! On Ice é um erro!

Na verdade, me deu vontade de viver grandes amores (sendo patinadora com cabelo prata) em que o foco não é estar com alguém, mas sim se inspirar com alguém e realizar mais com e a partir dessa relação.


Imagem/Divulgação

Yuuri e Victor são pessoas com universos bem diferentes, mas não existe um cabo de guerra de quem cede ou não, de quem vai pra onde, mas sim uma paixão em comum por algo que os aproxima e uma admiração pelos processos um do outro.

Pensando inclusive em representações românticas em que é difícil estar junto, que existem muitos conflitos, que o universo inteiro se mete no meio dessas pessoas impossibilitando isso e que quando conseguem é frequentemente um desafio, um sacrifício, um dilema moral.

Yuri!!! On Ice não vem com essa nóia e desconstrói a ideia dessas relações difíceis demais e esse movimento é saudável e necessário.

Adoro dramas intensos com todos esses pontos acima, mas ver isso demais cria essa ideia bizarra e muitas vezes se estende para a realidade. Essa coisa de que amar não é um mar de rosas é real, mas não tem que ser um inferno de adrenalina sempre.

A relação que surge entre os personagens mostram como as relações podem se desenvolver em paz dentro do tempo de cada um sem parecer “água com açúcar”. Confesso que eu tive expectativas e todas elas foram quebradas e superadas por pontos que eu nem conseguia mensurar.

É sensível e espontâneo, é um carinho no coração.

Animação

Pensando ainda no esporte em si, a animação é belíssima, como esperado do estúdio Mappa.

As performances foram animadas com muito cuidado, o movimento de pernas e de braços é sensacional pensando em uma animação que objetiva mostrar coreografia, as posturas dos personagens e a interpretação dos temas das suas músicas é muito impressionante.

Eu, pessoalmente, achava que estava realmente numa competição.

Sofri vendo personagens caindo, gente, eu estava torcendo gritando lá pelo episódio oito. Fiquei louca com as notas, em outras palavras, eu sentia que realmente estava lá na arquibancada.

Trilha sonora

Começando primeiramente pela abertura só de ouvir “You can hear my heart beat” meu coração já acelera e um esboço de sorriso aparece em meu rosto! A abertura é daquele tipo “proibido pular”. 

Bem como, falando de um esporte que depende de música para as performances, tanto as coreografias quanto a escolha da trilha sonora foram perfeitas! Composta por músicas com apenas instrumentais ou até com vocal lírico, cada apresentação é uma emoção diferente!

 Todas as apresentações são perfeitas, motivam muito e dá vontade de sair patinando. Ao longo da execução do programa, os personagens refletem sobre a execução, o que os levou até ali, os sentimentos transbordam.

Uma das apresentações que merece destaque além dos protagonistas Yuuri, Yurio e Victor, é a do patinador tailandês Phichit Chulanont que patina ao som de duas músicas do filme fictício “O Rei e o Patinador” que o inspira a ser patinador. 

YOU DINGUS! — so I was making a gif set of Phichit's SP and the...

É um clichê, mas é o sonho dele representando o seu país! Ele patina com tanta emoção e realização de finalmente se apresentar no gran prix com essas músicas que meus olhos encheram de lágrimas.

Além disso tudo, não poderia  deixar de comentar sobre a música do tema de Yuuri, que leva o nome do anime “Yuri on ice” sempre me pego chorando sempre que escuto o instrumental o instrumental dela (inclusive faz parte da minha playlist de leitura).

Bônus e Filme

Em 2017, mais ou menos um ano após o lançamento do anime, juntamente com o lançamento do Bluray, para a alegria do fandom, um bônus foi adicionado, a performance de Yurio ao som de “Welcome to Madness”.

Logo após anunciaram um filme chamado “Ice Adolescence” que contará a história de carreira de Victor. Todavia é um projeto que está rolando há anos e que os fãs aguardam ansiosamente!

O teaser do filme foi lançado em novembro de 2020, porém ainda não tem previsão de lançamento.

Conclusão

Por fim, a única coisa que tenho a dizer sobre Yuri!!! On Ice é se você ainda não assistiu assista! E se já assistiu assista novamente e reviva essa emoção maravilhosa que é dançar com Victor, evoluir com Yurio e ganhar confiança com Yuri!

Eu após assistir Yuri!!! On Ice:

C0-autora: Belisa Cassel

Crítica | Yuri!!! On Ice: Não preciso mais viver um romance
  • Animação
    (5)
  • Enredo
    (5)
  • Trilha Sonora
    (5)
  • Personagens
    (5)
  • Desenvolvimento
    (5)
5

Sumário

Yuri!!! On Ice é perfeito. A animação é impecável desde a abertura, especialmente a movimentação e a interpretação dos patinadores nas performances. A trama narrativa é bem construída com um bom ritmo fluído entre os episódios, os personagens são bem entrelaçados e desenvolvidos dentro do que a história apresenta. A trilha sonora preenche e tem papel importantíssimo já que são os temas das performances no ringue. Zero defeitos.

Pros

  • Animação impecável
  • Narrativa fluída
  • Cenas envolventes
  • Trilha sonora comovente
  •  Romance saudável
  • Narrativa fluída e bem estruturada
  • Zero defeitos, apenas expectativas

Cons

  • Apesar da história fechadinha, merecia uma segunda temporada e não teve e a enrolação pro lançamento do filme deixa é algo que deixa o fandom realmente triste

Artigos Relacionados

Comentários