One Shot: 10 mangás para ler de uma só vez

Pensando em pessoas que, assim como eu, gostam de pegar mangás que dão para ler “em uma sentada só”, principalmente a caminho da escola, faculdade ou trabalho, trouxe então uma lista de 10 recomendações de mangás one shot. 

Para quem não está habituado com o termo, “one shot” é um termo compartilhado entre o universo dos mangás e das fanfics para designar histórias que se pode ler de uma vez, sejam elas histórias de apenas 1 capítulo ou de 1 volume. Aqui nesta lista terão indicações de ambos os tipos!

#1 Nude Model — Tsubasa Yamaguchi

Do mesmo autor do excelente mangá e anime Blue Period, Nude Model também gira em torno da temática de arte. Esse é um one shot legítimo, contando com apenas 1 capítulo, que é mais do que o suficiente para nos envolver em uma história bastante visual, com poucas falas e diálogos, sobre a aproximação entre uma artista e seu colega de classe que se aproxima dela por conta de uma aposta. 

  • Inédito no Brasil
  • Seinen
  • Romance escolar

#2 Look Back — Tatsuki Fujimoto

Look Back é um dos one shots mais comentados de 2021. De autoria de Tatsuki Fujimoto (Chainsaw Man; Fire Punch), Look Back conta com um longo capítulo único sobre a vida de dois mangakás paralelamente. É também uma obra mais visual do que escrita e seu ponto forte é definitivamente a arte e a quadrinização.

  • Inédito no Brasil
  • Shounen
  • Drama, slice of life

#3 Helter Skelter — Kyoko Okazaki

Sendo o primeiro volume único (mais de 1 capítulo) da lista, Helter Skelter é de autoria de uma renomada e controversa mangaká: Kyoko Okazaki (a versão física da NewPOP conta um pouco da vida da autora!). O mangá conta a história de Liliko, a modelo, cantora e atriz de maior sucesso no Japão que enfrenta os dilemas do envelhecimento de seu corpo de uma forma nem um pouco natural. A história é pesada e repleta de críticas aos padrões de beleza e aos excessos de procedimentos estéticos. 

#4 Minha Experiência Lesbica com a Solidão — Kabi Nagata

Um dos mangás de volume único mais recomendados dentre o público brasileiro. Minha Experiência Lésbica com a Solidão é uma história autobiográfica de Kabi Nagata, e inclusive já foi resenhada aqui no Minuto Otaku! Leia aqui

#5 Só você Pode Ouvir — Otsuichi e Hiro Kiyohara 

Hiro Kiyohara, mais conhecido por seu trabalho com Another, e Otsuichi usam uma narrativa introspectiva para tratar com alguma profundidade (dentro do possível para um one shot) um tema delicado: o isolamento. No geral é uma leitura bastante interessante, principalmente em um momento em que todo nós meio que vivemos como “hikikomori“, isolados.

#6 Kimi Wa Natsu no Naka — Furuya Nagisa

Furuya Nagisa é uma das autoras de BL que eu mais gosto, tendo um catálogo relativamente extenso com muitos one shot. Kimi Wa Natsu no Naka é provavelmente o mais conhecido dela. É uma história leve, com um clássico desenvolvimento “friends to lovers” (amigos tornam-se namorados) entre dois amigos que estão em uma jornada de turismo pelas cidades nas quais se ambientam filmes que assistiram juntos.

  • Inédito no Brasil
  • Boys Love
  • Drama, slice of life, escolar

#7 Boy Meets Maria — PEYO

Boy Meets Maria é outro título que explora uma temática LGBT+, dessa vez focando também em gênero além de sexualidade. A história trata de temas pesados como abuso sexual de maneira bastante responsável, apresentando personagens realistas e profundos mesmo possuindo apenas 1 volume.

  • Inédito no Brasil
  • Boys Love
  • Drama, escolar

#8 Madoka no Himitsu — Deme Kingyobachi

Diferente de Boy Meets Maria, Madoka no Himitsu apresenta conflitos sobre expressão de gênero, porém tendendo mais para uma atmosfera positiva e fofa. É aquele mangá que ao final vai te deixar com o coração quentinho. A história gira em torno de Madoka, um garoto que gosta de coisas fofas e que cresceu sendo a “boneca” de sua irmã. Ao longo dos 7 capítulos que compõe o mangá acompanhamos um novo momento da vida de Madoka, no qual ele busca agir mais como um garoto e esconder seus apreço por coisas femininas.

  • Inédito no Brasil
  • Comédia, drama, slice of life, escolar

#9 Vitamin — Keiko Suenobu

Vitamin é um mangá já publicado tem uns anos pela JBC, mas que não fez muito sucesso. Eu mesmo só descobri a obra em 2021, li, não achei um dos melhores porém, ainda assim, resolvi recomendar por conta da temática: bullying. Vitamin tem uma abordagem um pouco exagerada, acho que pelo ritmo da história ser muito rápida, porém cumpre seu papel em transmitir sua crítica e gerar reflexões referentes a um problema que é bastante grave nas escolas japonesas.

  • Editora JBC
  • Shoujo
  • Drama, slice of life, psicologico, escolar

#10 Ela e o Seu Gato — Makoto Shinkai e Tsubasa Yamaguchi

Ela e o seu gato é provavelmente o one shot mais conhecido dessa lista. A obra adapta para mangá o filme de Makoto Shinkai (Your Name.) pelo traço de Tsubasa Yamaguchi, autor da primeira recomendação dessa lista. A versão em mangá tem poucas falas, mas ainda assim transmite as emoções de ser uma mulher solteira morando sozinha com seu gato enquanto o tempo e o mundo parecem desafiá-los e pressioná-los a todo momento.

Artigos Relacionados

Comentários